Entenda como garantir a eficiência na gestão de pequena empresa

Fazer a gestão de pequena empresa traz desafios diários que precisam ser superados. É necessário lidar com as rotinas de venda, entrega, investimentos, redução de gastos, pesquisas de mercado e gerenciar processos com pouca ou nenhuma equipe, enquanto tenta fazer do negócio um sucesso.

Nesse sentido, o mais importante é envolver todas as partes interessadas, funcionários, fornecedores e clientes, a fim de se consolidar no mercado e garantir crescimento. Aplicar estratégias administrativas eficazes pode resultar em diversos benefícios, tanto pessoais quanto financeiros.

Está a fim de fazer uma gestão de pequena empresa exemplar? Então, veja as dicas abaixo.

Planejamento estratégico

As grandes corporações atuam com base em planejamentos, que servem de suporte para que todos os profissionais saibam os caminhos a seguir para alcançarem os objetivos da organização. Se dá certo para elas, por que não funcionaria para pequenos negócios?

Apesar de parecer complicado, o planejamento estratégico é fácil de fazer quando se tem como foco três pilares fundamentais:

  1. Missão: é a razão de ser da marca. Para que ela foi criada? Qual seu propósito?
  2. Visão: indica o futuro da empresa. É um norte a ser seguido pelo gestor e pela equipe. Como e onde a organização pretende estar daqui a alguns anos?
  3. Valores: são características humanas que precisam fazer parte do “DNA” da companhia. Atributos como ética, credibilidade, honestidade, integridade e responsabilidade podem definir os valores da sua marca.

Após essa autoanálise, você terá base para estruturar seu planejamento estratégico, que determinará as metas para conquistar seus objetivos.

Sistema de gestão

Em geral, as pequenas empresas surgem como um empreendimento formado por uma pessoa e que, em médio ou longo prazos, melhora seus resultados e amplia a estrutura naturalmente. Contudo, nem sempre a gestão segue esse progresso e, em breve, surgem gargalos operacionais que prejudicam os negócios.

Nesse caso, o segredo é não ficar dependente apenas de controles manuais, planilhas eletrônicas e da sua memória. Ou seja, é hora de adquirir um software de gestão.

Hoje, existem diversos sistemas que realizam o controle integral de todas as ações, tarefas e processos da companhia — graças às funcionalidades online e em tempo real —, o que permite tomar decisões rápidas e eficazes. Além disso, essas ferramentas são compatíveis com celulares, computadores e tablets, gerando mobilidade e rapidez.

Procure uma solução que atenda suas demandas e necessidades como gestor e automatize tudo que for possível. Certamente você verá a diferença.

Finanças

Ter uma boa saúde financeira é crucial para sobreviver ao mercado, especialmente em períodos de crise. Logo, é essencial que você faça um controle de caixa exemplar, lidando para que o faturamento sempre ultrapasse as despesas.

Monte um programa de redução de custos, como nas contas de energia, água e materiais, incluindo a economia de papéis e impressões — digitalizando documentos, por exemplo.

Na hora de fazer investimentos, escolha os créditos que permitam que você gere o capital de giro suficiente para quitar as mensalidades e os juros.

Caso o negócio tenha muitos sócios, crie uma política sólida para não misturar as finanças pessoais com as da empresa — um descuido comum que os pequenos empreendedores cometem. Isso pode quebrar as finanças, pois mascara a real condição do negócio.

Gestão de pessoas

Melhorar a gestão de pessoas é fundamental para evitar problemas com a equipe. Afinal de contas, você precisa fornecer produtos/serviços de qualidade para o consumidor final.

Sendo assim, coloque profissionais experientes nas tarefas, alinhados à cultura empresarial e engajados com a expansão do negócio. Além disso, capacite o time regularmente para domínio das ferramentas e processos.

Com essas dicas sobre gestão de pequena empresa, você certamente aumentará a produtividade do seu negócio. A chave para o sucesso está em colocá-las em prática, bem como acompanhar as tendências do mercado. Assim, você estará preparado para implementar as mudanças necessárias e continuar crescendo.

Achou este artigo útil? Então, não deixe compartilhar com seus colegas gestores nas suas redes sociais.

Fechar Menu